O Encontro Científico Mais Médicos Paraná debateu na tarde da última quarta-feira (24), de forma virtual, a Atualização Clínica e Epidemiológica da Covid-19. O programa foi lançado em 2013 pelo Governo Federal com o objetivo de diminuir a carência de profissionais em áreas consideradas prioritárias pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
“O Paraná conta hoje com 852 médicos atuando por meio do programa em 284 municípios e distritos sanitários indígenas de Coronel Vivida, Guaíra, Ortigueira, Tamarana e Manoel Ribas, compondo uma grande e importante força de trabalho neste momento de enfrentamento da pandemia da Covid-19, considerada a maior crise sanitária e humanitária da história. A participação destes profissionais tem sido fundamental para fortalecer o atendimento nos serviços de saúde do Estado”, afirmou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, na abertura do encontro.
Representante do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná (Cosems/PR) na oportunidade, a gestora de saúde de Corbélia/PR, Cleide dos Santos Messias, ressaltou a parceria do governo estadual. “O Estado tem sido parceiro e ouvinte, promovendo e incentivando ações que diminuam as desigualdades na assistência e serviços de saúde”, disse.
O vice-presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM), Wilmar Guimarães, participou do evento e destacou a importância da disseminação do conhecimento. “A Medicina exige esmero e dedicação diários. É preciso ainda que estejamos em harmonia, seguindo princípios legais e científicos da área. Em que pese a autonomia profissional, temos certeza que entre os profissionais médicos deve prevalecer o bem maior e a saúde de todos diante de indicações de tratamentos”, disse.
O encontro contou ainda com a participação de médicos, supervisores, tutores, gestores envolvidos com o programa no Estado, e integrantes da diretoria da Escola de Saúde Pública do Paraná, que promoveu o evento.
Edital
O Programa Mais Médicos Paraná está com edital aberto com vagas relacionadas ao 23º Ciclo – são 199 vagas. Trata-se do edital nº 4, de março de 2021, e prevê o chamamento público de médicos formados em instituições de educação superior brasileiras ou com diploma revalidado no Brasil, com registro no Conselho Regional de Medicina. Este edital segue aberto até o dia 26 com início das atividades entre os dias 19 e 30 de abril.
O edital nº 5, também de março de 2021, que previa o chamamento público do Distrito Federal e municípios para a renovação da adesão ao programa e confirmação para provimento de médicos pelo período de três anos, foi encerrado no último dia 19, com a adesão de 100% dos 90 municípios elegíveis.
*com informações e imagem da Agência Estadual de Notícias – www.aen.pr.gov.br
Categorias: NOTÍCIAS